Letra Selvagem
Product ID: 1145
Product SKU: 1145
New In stock />
Meu Dostoiévski: Os Minutos Finais

Meu Dostoiévski: Os Minutos Finais

Marca: Letra SelvagemDisponibilidade: Imediata


Por:
R$ 80,00

ou 12x de R$ 8,26 com juros Cartão Elo - Yapay
Simulador de Frete
- Calcular frete

Autor: Edson Amâncio

Editora: Letra Selvagem

ISBN:  978-65-89841-23-4

Número de Páginas: 

256 páginas

Ano: 2023

Esta é uma biografia que vai muito além dos estreitos limites do gênero. Em suas páginas, constata-se que é resultado de uma admiração que já passou de meio século por Fiodor Mikháilovitch Dostoiévski (1821-1881), o romancista e contista russo. 8).

O autor desta obra, o romancista, contista e cronista Edson Amâncio (1948) recorreu à ficção para tentar traçar alguns ângulos da personalidade de Dostoiévski e daqueles que conviveram com ele, e, além disso, documentou o percurso de sua paixão literária, que teve início em 1962 quando se deparou na biblioteca pública de sua cidade natal, Sacramento, no interior de Minas Gerais, com Recordações da Casa dos Mortos, obra basilar do currículo dostoievskiano.

Essa admiração pelo escritor russo aumentou quando o autor, já então estudante de Medicina, passou a ouvir os professores de neurologia citarem Dostoiévski, que sofria de epilepsia e que, por isso mesmo, criou vários personagens que padeciam do mesmo mal, cujo exemplo mais significativo é o príncipe Michkin, do romance O idiota (1869). Depois, já formado, conheceu uma biografia de Dostoiévski e, desde então, nunca deixou de ler os livros do autor russo e ensaios, artigos e outras obras que se referiam a ele.

Desde então, sempre que pôde, não deixou de tentar reconstituir o périplo de Dostoiévski pelo mundo, procurando rastros do autor em Paris, Londres, Basel, Dresden, Genebra, Vevey, Florença, Milão, Moscou, São Petersburgo e outros lugares. Viagens que incluíram não só uma visita ao túmulo de Dostoiévski como um encontro com um tataraneto do escritor no Museu Literário-Memorial F. M. Dostoiévski, em São Petersburgo, dia em que, a caminho daquele local, sofreu um acidente no metrô que quase lhe custou a perda da perna direita, que ficara presa entre o vagão e a plataforma, depois de uma queda provocada por um atropelo de uma multidão de usuários. Desse tataraneto de Dostoiévski, Dmitri, o biógrafo-itinerante receberia algumas cópias da correspondência inédita que o escritor trocara com o poeta Apollon Máikov (1821-1897), seu fiel amigo.

 Na obra, além de passagens registradas ao longo dessa busca de possíveis rastros deixados por Dostoiévski, obviamente, há muitas referências à permanência do escritor na Fortaleza de Omsk, na Sibéria, por uma década, ou seja, quatro anos como preso carregando grilhões de cinco quilos de ferro, por delito político de conspiração contra o czar, e outros seis como soldado forçado do exército russo.

Por recordar tudo isso e muito mais, este livro, antes de uma biografia como tantas que já foram escritas sobre o autor russo, é uma reconstituição da trajetória do seu autor em busca do perfil perdido de Dostoiévski. Em outras palavras: é uma biografia reinventada, pois constitui também um exercício de ficção, como o relato de Pavel Issáiev, enteado de Dostoiévski, filho de Maria Dmitirevna, ou a imaginada viagem do escritor russo a Índia.

Sem contar que, como é um renomado médico e neurocirurgião, com mestrado e doutoramento na Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), o seu autor conhece à exaustão o que provoca um ataque de epilepsia, a sensação de conviver com a morte iminente, como deixou claro em seu recente livro Experiências de Quase Morte (EQMs): Ciência, Mente e Cérebro (Summus Editorial, 2021).

Por tudo isso, o que o leitor vai encontrar aqui não é uma biografia a mais de Dostoiévski, mas, como o título da obra já anuncia, é o Dostoiévski, que a partir de muitos fatos verídicos, saiu da imaginação de Edson Amâncio. Seja como for, o mais importante aqui é o conhecimento que se ganha do ser humano, ou seja, de seus sentimentos, suas expectativas de vida, suas alegrias e suas tristezas.­­­­­

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Largura: 14
  • Peso: 397
  • Quantidade: unitário
  • Tipo de produto: novo
  • Autor: nacional
  • Capa: brochura
  • Cor: colorida
  • Data da Publicação: ano
  • Gênero: literatura brasileira
  • Idiomas: português
  • Índice: com índice
  • Linguagens: escrita
  • Marca: Letra Selvagem
  • Tamanho: comprimento
  • encadernação: brochura

Confira os produtos